www.noticiasdecoura.com
noticiasdecoura@gmail.com
Tel.Fax 251 782 643

Edição on-line

 
   
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
 


::. Destaques



COLUNA PRIMA

O “Notícias de Coura” completa com esta edição sete anos de vida. De 10 de Junho de 2003 até hoje, inovámos, trabalhámos com prazer e fizemos deste o jornal verdadeiramente livre e plural de Paredes de Coura. Quinzenalmente emocionamo-nos ao sentirmos que somos o jornal preferido do leitor, redobrando, a cada dia que passa, a entrega e dedicação a este projecto.

Campanhas difamatórias e agressões físicas não nos fizeram mossa.
Olhamos estes sete anos com satisfação e, sem ponta de arrogância, com a noção de dever cumprido diante daquilo que o leitor espera de nós.
Sabemos, no entanto, que o mais importante é sempre o que está para vir. É o futuro que nos interessa verdadeiramente.
Quem gasta o presente a olhar para trás não vai longe, bem se sabe.
O “Notícias de Coura” é um desafio que se renova a cada edição. Com trabalho e empenho, promessa única que deixo ao leitor.
Por mais que isso custe a quem perde o sono com o sucesso do NC, o encontro fica desde já marcado, caro leitor, para a próxima edição.

Nota – Neste último ano de vida, o NC viu partir um dos seus colaboradores, Manuel Gonçalves, que morreu no dia 19 de Dezembro de 2009. Um exemplo de estatura moral e intelectual em vida, Manuel Gonçalves foi também um exemplo na hora da morte ao doar o corpo ao Instituto de Medicina Legal do Porto, para apoio à ciência. Julgo de inteira justiça recordá-lo, neste espaço, no momento em que o NC comemora mais um ano de existência.
“Manuel Gonçalves era um dos melhores, senão o melhor de todos nós, os que o conhecemos há mais de vinte anos. Inteligente, perspicaz, culto de nos fazer inveja, frontal, daquela frontalidade difícil que sabe evitar a má-criação, corajoso e homem de lutas, pela verdade, pela liberdade, contra a santa hipocrisia instalada por aí a eito. Manuel Gonçalves nunca escondeu nem titubeou na hora de lutar pelas suas convicções, criou por isso alguns anticorpos (‘é o lado para onde durmo melhor’, dizia) que na hora da sua morte são bem capazes de lhe chorar lágrimas de crocodilo”, assim escreveu o NC no dia 22 de Dezembro de 2009.

[22-06-2010 - 09:55] [Manuel Tinoco]

::. Mais Notícias desta Secção
Total Notícias: 0
 
 

:: Opinião
Quotidianos
“… E até hoje fui sempre futuro”. E mais diz Almada Negreiros: “Em mim se cruzaram finalmente todos os lados da terra. A natureza e o tempo me valeram: séculos e séculos por este resultado um dia…”.
LER MAIS
:: Opinião
PEDRA SOBRE PEDRA
“É a hora de uivar porque se nos deixarmos levar pelos poderes que nos governam, e não fizermos nada para os contestar, pode-se dizer que merecemos o que temos” (José Saramago)
LER MAIS
:: Opinião
Não há bela sem “Cenon”
Ultimamente tem-se falado muito de geminações pelo Alto Minho. Ainda há pouco, aqui ao lado, Monção e Salvaterra de Miño assinaram o respectivo protocolo. Fiquei bastante satisfeita, sobretudo com a lógica das palavras do presidente da Câmara monçanense ao jornal “Correio do Minho”. Augusto Domingues assume que esta geminação já devia ter acontecido há mais tempo. E tem toda a razão! Realmente andava a fazer pouco sentido ver a vila de Monção geminada com Tarasconsur-Ariège (França), Vigneuxsur-Seine (França), Redondela (Galiza) e não existir qualquer “irmandade” com aquela localidade mesmo ali ao atravessar do rio. É de aplaudir.
LER MAIS
:: Opinião
O chefe da aldeia
Ainda vinha longe e já o Sargento Walker Rosenberg, nos seus 1,90 de altura, espadaúdo, levantou a mão num gesto efusivo e logo a seguir, um sorriso enorme no rosto bonacheirão, me estendia a manápula para me cumprimentar.
LER MAIS